Tratamento de Ceratocone

Ceratocone consiste em uma dilatação anormal na qual a córnea que expande sua curvatura de forma irregular e assume formato de cone. Consequentemente, surge astigmatismo com irregularidade, levando a pessoa a enxergar com distorção e à limitação para a eficiência das lentes esfero-cilíndricas de óculos. Apesar do Ceratocone poder levar a uma acentuada perda de visão, raramente provoca a cegueira.

Como é o tratamento de Ceratocone?

Há alguns anos, a única maneira de amenizar os sintomas era usando óculos. Quando o instrumento não dava mais conta do recado, fabricavam-se lentes especiais removíveis, que deveriam ser trocadas sempre que o ceratocone piorasse. Mas de 20 anos para cá, houve uma grande progressão de tratamentos. Embora eles ainda não ofereçam uma cura, conseguem controlar bem os sintomas e restabelecer a visão. Os dois principais são:

Implante do anel intracorneano: por meio de uma cirurgia, cava-se um túnel no meio da córnea, onde é colocado uma prótese feita de acrílico, que regula a curvatura dessa estrutura. A prótese não deteriora a córnea, ela apenas muda sua curvatura. O implante é reversível e ajustável. Após uma semana, você pode retornar às atividades normais.

Crosslinking: nesse tratamento, promovemos uma ligação mais firme entre as fibras de colágeno da córnea, fazendo com que o ceratocone não progrida.

Depois de uma raspagem cirúrgica da córnea, os médicos pingam um colírio de vitamina B no olho. O composto funciona como um oxidante. “Usamos junto um raio de luz ultravioleta, que excita essa vitamina, tornando a córnea mais rígida”, completa a expert. O paciente é liberado para voltar às suas atividades de dois a três dias depois. Esse procedimento inclusive está disponível na rede pública de saúde.

Além disso, mesmo após os procedimentos, talvez seja necessário continuar usando lente ou óculos. Mas, claro, sem precisar trocar o grau toda hora.

Em fases mais avançadas da doença, quando ela deixa de responder a outras terapias, a saída pode ser o transplante de córnea. 

Fonte: www.visarerio.com.br / www.saude.abril.com.br

Agende sua consulta! (62) 99616-1330